Patrimônio em pauta: merendim

O trabalho pesado é um dos elementos marcantes da história dos imigrantes italianos no Rio Grande do Sul. A jornada extensa incluía atividades como arar a terra, cortar lenha e até construir casas e paióis para armazenar os alimentos colhidos. Por isso, era comum que os imigrantes fizessem refeições reforçadas à tarde no meio da lavoura, já que precisavam de muita força e disposição.

Polenta brustolada, biscoitos, pães, salame e queijo constituíam o chamado merendim, que era também um momento de canto e de partilha em família. A tradição, repassada aos descendentes, hoje faz parte da história da imigração italiana e é um verdadeiro bem cultural imaterial.

L’Amore Di Colonia, parceira da Escaiola, revive parte desta tradição nos roteiros turísticos realizados pela associação, além de possibilitar aos visitantes outras vivências típicas dos imigrantes. #patrimoniocultural
#serragaúcha #vindima

Foto – L’amore di Colonia

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Back To Top